11 de setembro de 2007

Sem Nexo

Por que esta tão triste?
Por que não percebes mais o brilho do sol?
Por que não sorri mais aquele sorriso lindo?

Onde encontrar o coração que chora
Mais próximo, tão distante, disforme...
Estenda a mão não percebes
O rio continua correndo não deixe que leve embora
Parte da vida, reprimida...
Ilusão em forma de despedida

Olho para sua face na memória
Estampada nas esquinas da lembrança
Quem consegue esquecer
Tão próximo, mais distante, disforme...

Dias longos, noites escuras
Nas ruas cada vez mais sem sentido
Anda aquele que está perdido

As horas devoram o tempo
Contando os minutos para nada
Caminhando no vazio Pensando, vagando, esperando...

Tolo em forma de gente
Procuras aquilo que possui e perdes o que tem
Mente conturbada...

Cego...

Surdo...

Apaixonado...


Humano.

Nenhum comentário: